RENOVO-IBNPP

Na contramão da depressão

17 Porque ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; ainda que decepcione o produto da oliveira, e os campos não produzam mantimento; ainda que as ovelhas da malhada sejam arrebatadas, e nos currais não haja gado;
18 Todavia eu me alegrarei no Senhor; exultarei no Deus da minha salvação.

19 O Senhor Deus é a minha força, e fará os meus pés como os das cervas, e me fará andar sobre as minhas alturas. (Para o cantor-mor sobre os meus instrumentos de corda).

Habacuque 3:17-19

O versículo 17 é bem conhecido através de pregações e músicas. Mas gostaria de dar uma atenção especial hoje ao versículo 18 deste texto de Habacuque. O mundo hoje passa por mudanças terríveis. São crises econômicas, crises nos relacionamentos entre casais, entre pais e filhos.

Habacuque mostra que está ciente de todos estes problemas, porém ele usa uma palavra: TODAVIA. Com isso ele demonstra que não resolve nos desesperarmos, vivermos ansiosos, deixar o desamparo dominar nossos sentimentos, nos tornando amargos por causa dos desafios da vida.

Através deste versículo, Deus nos ensina a tomar o caminho contrário da depressão. Apesar das circunstâncias ele se alegrou. Aí você se pergunta “mas como eu posso estar alegre, feliz, com tantos problemas em minha vida?”. A resposta é, Habacuque se alegrou no Senhor. Ele não estava simplesmente tentando se automotivar. Ele estava alegre, porque estava confiante na fidelidade de Deus.

Esta é a diferença entre aquele que tem e o que não tem um relacionamento pessoal com Deus. Ele se alegra ANTES de receber algo de Deus. Para que você entenda o contexto histórico, o povo de Israel estava sob uma ameaça de uma invasão terrível. E Habacuque foi avisado por Deus que aquela tragédia aconteceria sobre Israel, porque aquele povo tinha deixado os caminhos de Deus. Quão terrível é uma má notícia, um aviso de que algo não irá bem na nossa vida.

Mas através da alegria que vem da confiança em Deus, Habacuque diz mais: fará os meus PÉS como o das cervas. Isto nos diz para NÃO FICARMOS PARADOS diante das lutas. Não deixar que a tristeza nos impeça de avançar rumo ao nosso sucesso. Podemos ter um momento de tristeza, mas não podemos permitir que esta tristeza nos tire a esperança, a criatividade e a capacidade de realizar.

O texto diz também que iremos andar “sobre as minhas alturas”, ou seja, irei realizar coisas ACIMA da minha própria capacidade. Não permita que a sua “experiência” de vida limite o agir e o poder de Deus. Não tente ensinar a Deus COMO ele vai operar algo em sua vida. Peça com fé, com coragem, lute pela sua vitória, mas reconheça a limitação da sua visão, comparada com a de Deus. A solução que Ele produz é sempre mais completa do que a que possamos imaginar, porque Ele enxerga o TODO e nós somente uma parte, limitada à nossa capacidade.

Este capítulo de Habacuque é uma canção, um dos raros salmos escritos pelos profetas. Que Deus possa transformar sua luta e lamento em uma canção de vitória.

Que Deus te permita se alegrar em meio às lutas e confie que o melhor está por vir!

Deus abençoe! Leia a Bíblia!

 

Pr. Alan Cajueiro